Buscar
  • Voltera

Reajuste Tarifário: Aumento médio de 12,40% na CPFL Piratininga

Cidades atendidas pela distribuidora passam a ter nova tarifa a partir do dia 23/10

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou o reajuste médio de 12,40% das tarifas de energia da concessionária CPFL Piratininga. As novas tarifas passam a valer a partir do próximo dia 23/10/2021 e permanecem vigentes até o dia 22/10/2022.


A CPFL Piratininga atua em 27 municípios do estado de São Paulo, com aproximadamente 1,86 milhões de unidades consumidoras atendidas.


Veja como fica o reajuste por tipo de consumidor


A distribuição do reajuste, por tipo de consumidor, ficou assim definido:

  • Consumidores Residenciais (B1): 16,31%

  • Consumidores Baixa Tensão, em média: 16,40%

  • Consumidores Alta Tensão, em média: 5,69%

O efeito médio, considerando todos os tipos de consumidores, ficou com percentual de 12,40%.


Principais fatores que impactaram o reajuste


Os principais custos e condições que impactaram o reajuste da tarifa de forma positiva foram:

  • Elevação dos índices de inflação, tais como IPCA e IGP-M;

  • Aquisição e distribuição de energia;

  • Pagamento de Encargos Setoriais


Como diminuir o impacto do reajuste no seu negócio


Diante do cenário crítico dos preços de energia, é importante buscar alternativas de redução de custos de maneira eficiente.


Na Voltera, atuamos de maneira direta para redução da conta de luz de nossos clientes, com diversas soluções. Nosso time de especialistas consegue trazer um diagnóstico completo para seu negócio, em menos de 24 horas.


Basta dividir com a gente uma conta de luz, e com isso, já traremos quanto sua empresa consegue economizar! Chame a gente no whatsapp e nossa equipe entrará em contato para sanar todas as suas dúvidas.


Abraços,


Do time Voltera

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo